CARBOIDRATOS – UM POUCO MAIS SOBRE ELES

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Então… hoje vou comentar um pouquinho sobre os carboidratos… pois esse danadinho pode mexer com seu peso se não escolhido de forma correta e nas horas necessárias…Primeiramente precisamos saber que o nosso corpo converte os carboidratos em glicose/açúcar no sangue para ser utilizado nos processos metabólicos e isso pode acontecer rápido ou lentamente dependendo do que você consumiu. Essa taxa é o índice glicêmico de um refeição.

Carboidratos como amidos e açúcares simples ou refinados, são absorvidos rapidamente e têm um alto índice glicêmico, o que significa que eles elevam os níveis de açúcar no sangue rapidamente o que faz estimular a secreção excessiva e rápida de insulina. Quando a insulina está presente na corrente sanguínea em demasia, os nutrientes de energia são muito mais propensos a serem armazenados na forma de gordura do ao invés de serem utilizados como fonte de energia.

Devemos saber escolher melhor o tipo de carboidrato certo, a porção e o horário do consumo, digamos que é meio caminho andado para se realizar um pré e pós treino de qualidade. Sabemos por exemplo que antes de treinar o ideal seria consumir alimentos de baixo a moderado índice glicêmico, pois não deve haver um aumento súbito de glicose, que acarreta num aumento nos níveis insulina que inibe a queima de gordura, e, ao mesmo tempo, promovem aumento do ” consumo” dos carboidratos. Isto contribui para a depleção prematura do glicogênio e fadiga precoce.

No Brasil não é comum este tipo de nomenclatura vir nos rótulos, por isso aqui vai uma dica para que você possa calcular o seu carboidrato de impacto:

Se um alimento contém 30 gramas de carboidratos e 10g de fibras, basta subtrair 30-10 = 20 gramas de carboidrato líquido esse resultado é a quantidade de carboidrato que seu organismo irá absorver. Mas para fazer este calculo o alimento deve ser rico em fibras ou seja, deve conter mais que 5g de fibra!

No meu pré-treino normalmente faço Frango Grelhado com Batata-Doce. Por ser rápido e fácil de preparar ou Tapioca com Frango/Carne Magra.

Antes do treino, o ideal é consumir alimentos que dão mais energia, já que você está prestes a gastar um monte dela nos exercícios. Quando se fala em alimentos que dão energia, entram em cena os carboidratos. Além de ser sinônimo de energia e garantir disposição, o carboidrato preserva a massa muscular! Outros nutrientes como as vitaminas, minerais e aminoácidos também são super necessários para o treino, embora não precisem ser consumidos necessariamente nessa refeição pré-treino e sim, ao longo do dia todo. Para uma refeição pré treino bacana, o legal é dar preferência aos carboidratos complexos, ou seja, os carboidratos de Baixo Índice Glicêmico (BIG), que estão presente nos pães, arroz e massas integrais, assim como a batata doce, mandioca ou mandioquinha, pois a sua digestão é lenta, libera açúcar no sangue de forma gradual ou seja, não gera picos de insulina e ainda garante energia por mais tempo, durante toda a atividade física! Lembre-se: Essa é uma sugestão generalizada ou seja, serve para a maioria das pessoas mas, pode variar de acordo com o objetivo e o alvo de cada dieta.

Durante o exercício físico, nosso corpo sofre uma série de pequenas lesões musculares, além do gasto energético aumentado. As proteínas têm como função recuperar os tecidos musculares que sofreram as pressões da atividade física, e os carboidratos vão recuperar nossa reserva energética. “Por isso, quanto mais cedo ingerirmos carboidratos e proteínas, mais rápido o metabolismo entra em processo de recuperação e regeneração”.  Nesse caso, a ingestão de carboidratos simples é recomendada pois a absorção é mais rápida!

Após o exercício, é excelente consumir alimentos de alto índice glicêmico e estimular a produção de insulina para repor os estoques de glicogênio presentes no fígado e nos músculos, que tem o papel de levar o músculo ao processo de recuperação muscular.

No meu pós-treino tomo um shake de Whey Protein com água e Dextrose para ter uma rápida absorção desses nutrientes.

Cuidado com Alimentos Gordurosos, pois eles não ajudarão nem na recuperação energética, nem na perda de peso. Por demorarem mais para serem digeridas, demandam um trabalho maior do nosso organismo, que vai diminuir a atividade de queima calórica e concentrar-se na digestão da gordura. Além disso, ela em nada contribui para recuperação de tecidos: como as proteínas, ou reposição de energia: como os carboidratos. Por isso, evite no pós treino!

Fonte: Frango Com BatataDoce

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

One thought on “CARBOIDRATOS – UM POUCO MAIS SOBRE ELES

  1. Amei suas dicas vou começar a colocar em prática todas elas e depois te conto os resultados. Obrigada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.